Blog do Walison - Em Tempo Real

Caso Golden Park Terá Indiciamento de Gerente e Mecânico

dfe42559045d1ebe573017a958cca47c_1

O gerente do parque de diversões Golden Park, Antônio César Santana Santos, e o engenheiro mecânico serão indiciados criminalmente pelo acidente no brinquedo “O Polvo”, que arremessou a comerciária Luzivânia Brito, de 39 anos, e sua filha de oito anos. Luzivânia teve o pulmão perfurado na queda e faleceu uma semana depois.

O Instituto de Criminalística (Icrim) divulgou nesta Quinta-Feira (8) um laudo sobre o brinquedo. Ficou atestado que ele não apresentava condições adequadas para funcionamento e tinha problemas nos itens de segurança. “O brinquedo tinha muitos defeitos, inclusive nas travas de segurança, que não eram apropriadas para aquele equipamento”, disse a delegada do 1º DP Irla Maria Silva Lima, responsável pelo caso.

O relatório revelou ainda que não havia passado por vistorias e seu sistema elétrico era falho. “Foi constatado que o equipamento ‘O Polvo’ não tinha condições de ser colocado em funcionamento pelos usuários, pois, não tinha manutenção recente”, explicou a delegada. Foram avaliados itens como segurança, velocidade, rotação, estrutura e peso.

Antônio César Santana Santos, como responsável legal pelo parque, e o mecânico responderão por lesão corporal seguida de morte pelo caso de Luzivânia e por lesão corporal leve pela filha dela, que teve ferimentos leves na queda. “Tanto o engenheiro mecânico, como o gerente do parque vão responder por lesão corporal seguida de morte e por lesão corporal leve”, finalizou a delegada.

O inquérito foi encerrado na última Quarta-Feira (07). O prazo final era até o dia 15 de outubro. Até a finalização da investigação, o gerente do Golden Park estava impedido de sair de São Luís.

Categoria: Uncategorized

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*