Blog do Walison - Em Tempo Real

Inscrições para o Fies no segundo semestre começam hoje

As inscrições ao Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) para o segundo semestre deste ano começam hoje (25). Serão oferecidas 75 mil novas vagas aos estudantes que procuram um financiamento para cursar o ensino superior em instituições de ensino privadas. O prazo para as inscrições vai até sexta-feira (28) .

As instituições e os cursos ofertados podem ser consultados na página eletrônica do Fies Seleção: http://fiesselecao.mec.gov.br. A relação dos candidatos pré-selecionados será divulgada no dia 31 de julho, quando também será aberta a lista de espera. Os estudantes pré-selecionados deverão concluir a inscrição pelo Sistema Informatizado do Fies (SisFies), entre 1º de agosto e 8 de setembro.

Mudanças

Apesar das mudanças anunciadas no início do mês no Fies para 2018, neste semestre continuam valendo as regras atuais. Poderão se inscrever os estudantes que tenham participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) com média das notas igual ou superior a 450 pontos e nota na redação superior a zero. O candidato também precisa ter renda familiar mensal bruta per capita de até três salários mínimos.

A partir de 2018, o Novo Fundo de Financiamento Estudantil será dividido em três modalidades. No total, o programa vai garantir 310 mil vagas, sendo que 100 mil serão ofertadas para estudantes com renda familiar per capita de até três salários mínimos a juro zero, incidindo a correção monetária.

Fonte: Da Agência Brasil

Paint não vai mais receber suporte para Windows 10 a partir da próxima atualização

A Microsoft anunciou que a próxima atualização do Windows irá dar adeus suporte para o aplicativo Paint em sistema operacional. Em uma publicação sobre a atualização, a companhia listou o Microsoft Paint entre as funcionalidades “descontinuadas”. Em outras palavras, o Paint é um software que não está sendo desenvolvido de forma ativa e deverá ser removido nos próximos lançamentos.

O editor de imagens é um software icônico do SO que foi lançado em 1985 com o nome “Paintbrush”. No lugar do Paint, a Microsoft manterá o Paint 3D na lista de aplicativos do Windows 10. Como o nome já sugere, o Paint 3D é um programa otimizado que permite a criação de imagens tridimensionais.

O Paint é uma ferramenta muito útil na hora de editar rapidamente uma imagem ou fazer desenhos, mas acabou perdendo espaço para plataformas online ou outros softwares, mesmo que mais difíceis de serem usados, pela maior diversidade de recursos. Ainda não se sabe quando o aplicativo sairá de vez do sistema, mas é esperado que, em breve, a Microsoft o remova.

Outros aplicativos também serão removidos ou deixarão de ter suporte. Você pode ver a lista deles neste link.

Fonte: http://adrenaline.uol.com.br/

Rede de Internet Gratuita do Maranhão será inaugurada no Ponte

Será inaugurado nesta quarta-feira (26), na Praça São Judas, localizada no bairro Ponte em Caxias, um ponto da Rede de Internet Gratuita do Maranhão (Maranet).

A rede, uma iniciativa criada pela Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), visando o acesso e a inclusão digital dos maranhenses, levando as praças centrais dos municípios maranhenses Wi-Fi grátis.

São 100 megas de internet, via fibra óptica, de alta velocidade, que possibilita a conexão de até 1.200 usuários simultâneos. O evento está marcado para às 17h.

Mais

A Maranet é instalada em praças, feiras livres e locais que possibilitem a participação da população como associação de moradores. Há pontos da Maranet em São Luís, Vitória do Mearim, Pinheiro, Pindaré-Mirim e Arari. Os próximos pontos serão em Codó, Caxias, Coroatá e Timon encerrando o primeiro ciclo até o mês de agosto. A previsão é que até dezembro a Maranet alcance 30 municípios do estado.

Fonte: Com informações da Secom/ Governo do Estado

Dr. Wellington Participa da Marcha que Pede o Fim da Violência Contra Policiais.

IMG-20170724-WA0196

Dr. Wellington Oliveira participou ontem da Marcha pelo fim da violência contra Policiais e afirmou que a corporação da policia militar e civil de Codó tem prestado serviços de grande relevância em defesa da sociedade como um todo, esses honrados servidores públicos trabalham dioturnamente em defesa de todos nós, de uma sociedade mais justa e igualitária, são guerreiros incansáveis que ignoram os riscos da profissão pensando unicamente em fazer o melhor, em fazer o bem sem olhar a quem. São homens e mulheres dignos de todo o nosso respeito e admiração.

U

U

Tenente-coronel é preso por discutir com o procurador-geral do Estado

O tenente-coronel Ciro Nunes Alves da Silva foi preso na sexta-feira (21), após uma discussão com o procurador-geral do Estado do Maranhão, Rodrigo Maia.

O caso ocorreu nas dependências do Tribunal de Justiça, pouco depois do meio-dia.

Maia foi ao local despachar com o presidente da Corte, desembargador Cleones Cunha. O tenente estava no hall de entrada .

Segundo a versão do procurador, ao sair do gabinete da presidência e voltar para a entrada principal do TJ, ele foi abordado por Ciro Nunes, questionando os motivos de o Estado haver recorrido de um decisão judicial determinando sua promoção a coronel da PM.

Houve discussão e, ainda de acordo com Rodrigo Maia, ele teria sido agredido verbalmente com palavras como “bandido”e “moleque” e “vagabundo”.

O tenente-coronel foi convocado a depor no Comando Geral da PM e, depois, na Superintendência Estadual de Combate a Corrupção (SECCOR), quando, então, recebeu voz de prisão em flagrante.

Ele responderá por violência ou grave ameaça contra autoridade e por injúria.

Outro lado

Ao Blog do Gilberto Léda a defesa do tenente-coronel garantiu que não houve agressão física, apenas discussão, e que já foi impetrado um habeas corpus para que seja restabelecida a liberdade do militar.

Surpresa

O coronel Jorge Luongo foi o primeiro a tomar os depoimentos do procurador-geral e do tenente-coronel, ainda no Comando Geral da PM.

Segundo o oficial, ao ser informado de que Ciro Nunes precisaria se dirigir à Superintendência Estadual de Combate a Corrupção (SECCOR) para prestar depoimento, ele não imaginava que seria lavrado um auto de prisão em flagrante, mas tão somente um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO).

Fonte: Blog do Gilberto Léda

Em São Luis Homem é preso ao tentar roubar TV de hospital

Foi preso, na manhã desse sábado (22), Sérgio das Neves Teixeira, após tentar furtar uma TV do setor de raio x do Hospital Socorrão I, em São Luís.

O homem deu entrada no hospital por lesão no braço esquerdo. Durante o atendimento, Sérgio aproveitou para cometer o furto.

Ele foi detido pelos seguranças do hospital, a polícia foi acionada e ele foi encaminhado ao plantão das cajazeiras.

Fonte: Jornal pequeno

Queda de guindaste deixa 7 mortos no sul da China

Sete pessoas morreram e outras duas ficaram feridas na queda de uma guindaste na cidade chinesa de Cantão, no sul do país, informou neste domingo (23) a imprensa oficial.

O acidente aconteceu às 18h30 (horário local do sábado, 22, 7h30 em Brasília) em uma área em construção do distrito de Haizhu, informaram as autoridades.

Os dois feridos estão em situação estável.

A polícia começou uma investigação para elucidar as causas do acidente.

Fonte: Por Agencia EFE

PF conclui inquérito e não vê crime de obstrução de Renan, Jucá e Sarney

Investigação tinha por base gravações de delator, entre as quais a que Jucá fala em ‘estancar sangria’ provocada pela Lava Jato. Para PF, eventual intenção de barrar operação não configura crime.


Por Mariana Oliveira, TV Globo, Brasília

Relatório da PF não vê obstrução da Lava Jata por Renan, Jucá e Sarney

Relatório da PF não vê obstrução da Lava Jata por Renan, Jucá e Sarney

 

A Polícia Federal enviou nesta sexta-feira (21) ao Supremo Tribunal Federal relatório conclusivo da investigação sobre suposta tentativa de obstrução da Operação Lava Jato pelos senadores Renan Calheiros (PMDB-AL), Romero Jucá (PMDB-RR) e pelo ex-senador e ex-presidente da República José Sarney (PMDB-AP).

No relatório, de 59 páginas, assinado pela delegada Graziele Machado da Costa e Silva, a Polícia Federal conclui que não houve crime de obstrução. Para a PF, a eventual intenção não pode ser considerada crime, e, portanto, os políticos não cometeram atos de obstrução da Justiça.

A PF avaliou gravações de diálogos feitas pelo ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, delator da Operação Lava Jato. Numa das conversas, com Romero Jucá, o senador sugere a mudança do governo a fim de viabilizar um pacto para “estancar a sangria” representada pela Lava Jato.

inquérito foi aberto pelo ministro Luiz Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, a pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, com base na delação de Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro.

“Não compreendemos existir elementos indiciários de materialidade do crime (…) haja vista que no espectro cognitivo próprio desta sede indiciaria, o conteúdo dos diálogos gravados e a atividade parlamentar dos envolvidos ou no período em comento não nos pareceu configurar as condutas típicas de impedir ou embaraçar as investigações decorrentes da Lava Jato”, diz o texto do relatório.

Da esq. para a dir.: Rena Calheiros, Romero Jucá e José Sarney (Foto: Wilson Dias/Agência Brasil; Marcelo Camargo/Agência Brasil )Da esq. para a dir.: Rena Calheiros, Romero Jucá e José Sarney (Foto: Wilson Dias/Agência Brasil; Marcelo Camargo/Agência Brasil )

Da esq. para a dir.: Rena Calheiros, Romero Jucá e José Sarney (Foto: Wilson Dias/Agência Brasil; Marcelo Camargo/Agência Brasil )

Arquivamento ou denúncia

Agora, o ministro Fachin vai encaminhar o relatório conclusivo da PF à Procuradoria Geral da República.

O procurador Rodrigo Janot poderá concordar com a PF e pedir o arquivamento do caso ou poderá discordar e denunciar os políticos mesmo assim.

Não há prazo para isso ocorrer, mas o caso só deverá ter andamento após o recesso do Judiciário, que termina no começo de agosto.

Janot pediu a investigação por entender que houve tentativa de comprometer a operação, em razão de fatos revelados na delação premiada de Sérgio Machado, que gravou conversas com os políticos.

‘Pacto’ contra a Lava Jato

Numa das gravações, Jucá sugere um “pacto” para barrar a Lava Jato. Mas, segundo a PF, as conversas não passaram de “meras cogitações”.

“As conversas estabelecidas entre Sérgio Machado e seus interlocutores, limitaram-se à esfera pré-executória, ou seja, não passaram de meras cogitações. Logo, as condutas evidenciadas não atingem, numa concepção exclusivamente criminal, o estágio de desvalor necessário à perfectibilizacao do delito em questão, que não prescinde, ao menos, de lesividade potencial”, diz o relatório.

Em outro ponto do documento, a delegada diz que a intenção de obstruir não basta para caracterizar um crime.

“Outro cuidado a ser percebido é que o simples desejo, intenção ou manifesta vontade de impossibilitar a execução ou o prosseguimento da investigação em realizado a organização criminosa, críticas, reclamações ou desabafos feitos a condição de determinada investigação, aos agentes investigadores e ou mesmo ao juiz, não bastam para caracterização do crime.”

Acordo de delação

O acordo de delação de Sérgio Machado foi assinado em maio do ano passado e homologado pelo então relator da Lava Jato, Teori Zavascki.

Com base nessa delação, Janot chegou a pedir a prisão de Jucá e Renan por obstrução de Justiça, mas o pedido foi negado pelo ministro do Supremo, que morreu num acidente de avião no começo deste ano.

O acordo de delação prevê que, caso seja condenado, a pena máxima de Machado será de 20 anos de prisão e que ele ficará primeiramente por 2 anos e 3 meses em regime fechado domiciliar com tornozeleira eletrônica, depois mais 9 meses em regime semiaberto devendo se recolher à noite, feriados e finais de semana, serviços à comunidade e pagamento de multa de R$ 75 milhões à Transpetro.

Machado não começou a cumprir a pena prevista no acordo, que é o benefício concedido a ele pelo Ministério Público, porque não foi condenado. Ele está atualmente em liberdade.

Machado já pagou R$ 56 milhões da multa prevista de R$ 75 milhões. Na semana passada, a defesa informou ao STF que ele pagará os outros R$ 19 milhões até 24 de novembro deste ano, como previsto no acordo.

Colaboração ‘ineficaz’

De acordo com o relatório, a PF entendeu que a colaboração de Sérgio Machado se mostrou ineficaz e, por isso, diz que o ex-presidente da Transpetro não é merecedor dos benefícios previstos na lei.

“A colaboração que embasou o presente pedido de instauração mostrou-se ineficaz, não apenas quanto à demonstração da existência dos crimes ventilados, bem como quanto aos próprios meios de prova ofertados, resumidos estes a diálogos gravados nos quais é presente o caráter instigador do colaborador quanto às falas que ora se incriminam, razão pela qual entende-se, desde a perspectiva da investigação criminal promovida pela Polícia Federal, não ser o colaborador merecedor, in casu, de benefícios processuais”, afirma a delegada.

Versões dos envolvidos

Veja abaixo o que disseram as defesas dos peemedebistas:

  • Renan Calheiros: “Foi uma decisão justa para mostrar que réus confessos e desesperados pela redução das penas não podem simplesmente acusar sem provas. Tive a intimidade violada por essas gravações armadas para tentar me incriminar. Saber que não conseguiram é um alento em meio a essa onda de denuncismo de bandidos”, afirmou por meio de nota a assessoria do parlamentar.
  • Romero Jucá: Por telefone, o advogado do senador Romero Jucá e do ex-presidente José Sarney disse que o trabalho da Polícia Federal foi muito bem feito e chegou à conclusão a qual eles defendiam desde o início. Disse ainda que espera que Sérgio Machado perca os benefícios da delação e que, tendo em vista o posicionamento da PF, espera o arquivamento do caso por parte do Ministério Público.
  • José Sarney: Por telefone, o advogado do ex-presidente José Sarney e do senador Romero Jucá disse que o trabalho da Polícia Federal foi muito bem feito e chegou à conclusão a qual eles defendiam desde o início. Disse ainda que espera que Sérgio Machado perca os benefícios da delação e que, tendo em vista o posicionamento da PF, espera o arquivamento do caso por parte do Ministério Público.

Viva Cidadão, PROCON e Prefeitura facilitam atendimentos a idosos com o Programa Melhor Idade

IMG_3797
O Viva Cidadão, PROCON e a Prefeitura de Codó realizaram, nesta sexta-feira (21), a emissão de documentação de um grupo de idosos. A ação faz parte do projeto Viva na Melhor Idade, e aconteceu na unidade do Viva, localizada no centro da cidade.
Com a ação, os idosos, que fazem parte do Serviço de Convivência e Fortalecimento de vínculos, puderam renovar sua documentação básica, com RG e CPF. Muitos deles tinham documentos antigos que precisavam de renovação.
O projeto ‘Viva na Melhor Idade’, iniciado em 2016, pretende atender cidadãos na terceira idade que possuem alguma dificuldade de locomoção para se dirigir até uma unidade, ou qualquer tipo de restrição, facilitando o acesso dessas pessoas aos seus direitos constitucionais. Dessa forma, o órgão promove os direitos do cidadão com base no princípio da equidade, garantindo serviços públicos com comodidade e acessibilidade.
Em parceria com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e o PROCON, projetos como o Viva na Melhor Idade auxiliam o trabalho desenvolvido por entidades que cuidam do público idoso. “Ações assim são muito importantes para que pessoas na terceira idade se sintam valorizadas e amparadas. São parcerias assim que precisamos”, afirmou Rômulo, representante do Procon Codó.

Ascom – PMC

Justiça pede a prisão de filhos que agrediam a mãe de 69 anos

A Justiça pediu a prisão de quatro homens suspeitos de maus-tratos contra a própria mãe nessa sexta-feira (21), em São Luís. Uma Força Tarefa do Ministério Público, Justiça Estadual e Defensoria Pública confirmou a denúncia de agressão contra uma idosa de 69 anos no bairro do Diamante.

A idosa que é cadeirante era agredida pelos próprios filhos, segundo a denúncia recebida pelos órgãos de defesa do idoso. Ela já sofreu seis Acidentes Vasculares Cerebrais (AVC) e mesmo morando com cinco filhos, sempre foi socorrida por vizinhos.

A Justiça do Maranhão já havia determinado o afastamento dos filhos da idosa, mas eles não obedeceram. No momento da inspeção, um deles chegou na hora com uma garrafa de bebida nas mãos. Diante do flagrante, a juíza da 8ª Vara Criminal tomou outra medida: expediu mandados de prisão para quatro filhos da idosa suspeitos de agredir a própria mãe.

O Conselho Tutelar também foi chamado pra acompanhar a situação de seis crianças que vivem na casa com a filha da idosa.

Outro caso

No bairro do Anjo da Guarda, a inspeção judicial foi feita na casa onde uma idosa de 92 anos está abrigada. Ela perdeu o imóvel onde morava, porque uma das netas vendeu a casa e sumiu com o dinheiro. Hoje vive com um dos netos, sob os cuidados da mulher dele.

A justiça havia determinado o afastamento dos parentes suspeitos de maltratar a idosa. Nessa sexta-feira (21), a fiscalização constatou que nesta casa ela estava sendo ampara