Blog do Walison - Em Tempo Real

Homem ameaça agredir e beber o sangue da própria avó de 75 anos

Bruno de Carvalho Sousa (Crédito: Reprodução/Portal Costa Norte)
Depois de ameaçar em agredir a avó de 75 anos de idade e anunciar a intenção de beber seu sangue, Bruno de Carvalho Sousa, 33 anos, foi preso na tarde dessa terça-feira (16), em uma residência à Rua José Domingos de Sousa, centro do município de Buriti dos Lopes, no Piauí.

A vítima Maria Alice Ferreira denunciou que seu neto ameaçou agredí-la com uma mangueira e a Chave de Registro de Gás e que tomaria seu sangue, entre outros insultos; mas ação foi impedido pelo tio de Bruno, o Eduardo Ferreira de Carvalho.

Uma guarnição do Grupamento da Polícia Militar (GPM), comandada pelo tenente Souza Filho, tendo como patrulheiros o sargento A. Rodrigues e soldado Lázaro, prendeu o acusado e conduziu para a Delegacia de Buriti dos Lopes juntamente com o objeto que seria a arma anunciada.

Logo após, os policiais civis conduziram Bruno de Carvalho Sousa para a Central de Flagrantes em Parnaíba. Segundo o tenente Souza Filho, Bruno Sousa alegou outra conduta e disse que fazia tudo pela avó.

Fonte: meio norte

PF indicia Temer e mais dez em inquérito sobre Decreto dos Portos

A Policia Federal (PF) indiciou o presidente Michel Temer e mais dez pessoas no inquérito que apura o suposto favorecimento da empresa Rodrimar S/A na edição do chamado Decreto dos Portos (Decreto 9.048/2017), assinado em maio do ano passado pelo presidente. Eles foram indiciados pelos crimes de corrupção passiva, corrupção ativa, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Os indiciamentos estão no relatório final da investigação, entregue hoje (16) ao relator do caso no Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luís Roberto Barroso. Após receber o documento, Barroso pediu parecer da Procuradoria-Geral da República (PGR), que terá 15 dias para se manifestar sobre eventual denúncia contra os acusados. A filha de Temer, Maristela de Toledo Temer Lulia também está na lista de indiciados.

No relatório final, o delegado responsável pelo caso também pediu ao Supremo o bloqueio de bens de todos os acusados e prisão preventiva de quatro deles, o coronel João Batista Lima Filho, amigo de Temer, a arquiteta Maria Rita Fratezi, mulher de Batista, e os investigados Carlos Alberto Costa, sócio do coronel, e Almir Martins Ferreira. Ao enviar o caso à PGR, Barroso também proibiu os acusados que tiveram prisão solicitada de deixarem o país.

O advogado do presidente no processo envolvendo o inquérito dos portos, Brian Prado, informou que ainda não teve acesso ao relatório e não se manifestará a respeito por enquanto. O Palácio Planalto, até o fechamento desta reportagem, não se manifestou a respeito.

Indiciados:

1. Michel Miguel Elias Temer Lulia

2. Rodrigo Santos da Rocha Loures (ex-deputado)

3. Antônio Celso Grecco (sócio da Rodrimar)

4. Ricardo Conrado Mesquita (sócio da Rodrimar)

5. Gonçalo Borges Torrealba (Grupo Libra)

6 – João Baptista Lima Filho

7. Maria Rita Fratezi

8 – Carlos Alberto Costa Filho

9 – Carlos Alberto Costa

10. Almir Martins Ferreira

11. Maristela de Toledo Temer Lulia (filha de Temer)

Fonte: Agência Brasil

TSE reúne equipes de Bolsonaro e Haddad para discutir fake news

A presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Rosa Weber, remarcou para hoje (17) reunião com os coordenadores das campanhas dos candidatos Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT).

No encontro, previsto para às 19h30, em Brasília, estarão na pauta notícias falsas veiculadas especialmente nas mídias sociais.

As notícias falsas (fake news, em inglês) entraram na agenda do TSE desde o início da preparação do processo eleitoral.

O tribunal chamou os partidos a assinarem um acordo contra as notícias falsas, reforçou a equipe que monitora essa prática e agora tenta um pacto entre os dois candidatos para evitar a disseminação de fake news.

Para os ministros do TSE, as notícias falsas podem afetar a credibilidade do pleito.

Haddad chegou a propor um acordo com o adversário para evitar as fake news, mas Bolsonaro recusou, via mídias sociais. Decisões do TSE têm tirado notícias falsas da internet.

Fonte: Agência Brasil

Adelmo Soares afirma que vai apoiar Pedro Belo para prefeito de Codó

O Deputado Estadual eleito Adelmo Soares esteve reunido nesse final de semana com uma série de lideranças políticas em todo o estado do Maranhão, inclusive com a Senadora eleita Eliziane Gama e outros deputados eleitos,na oportunidade afirmou categoricamente que não medirá esforços para levar Pedro Belo a frente da prefeitura municipal de Codó.

Pedro Belo é um grande amigo, um jovem cheio de esperança e de boas ideias para ajudar a população codoense, um homem de palavra e respeitado em todo o estado do Maranhão,uniremos esforços afim de garantir que o amigo Pedro Belo seja o próximo prefeito de Codó afirmou Adelmo Soares.

Marcelo Pires Obtêm Êxito em Reunião com o Deputado Federal Eleito Pedro Lucas Fernandes e Garante Energia Elétrica para 12 Povoados da Cidade de Timbiras.

O jovem Marcelo Pires esteve reunido em São Luis na manhã de hoje com o Deputado Federal eleito Pedro Lucas Fernandes e o Diretor da Cemar do Maranhão onde na oportunidade foram traçadas metas e objetivos que visam trazer energia elétrica para doze povoados da zona rural da cidade de Timbiras.

De acordo com informações que chegaram ao www.blogdowalison.com.br a conversa foi bastante produtiva e de imediato Marcelo Pires juntamente com o Deputado Federal eleito Pedro Lucas Fernandes conseguiram já para janeiro de 2019 energia elétrica para os povoados Cantinho do Céu, Serafim, Arrendamento, Eira, Conceição, Lagoa do Canto, Coruja entre outros.

O município de Timbiras será contemplado pelo programa ENERGIA PARA TODOS e os doze povoados que nunca tiveram energia elétrica em toda a sua história, passaram a contar com esse bem tão precioso já em janeiro de 2019, Marcelo Pires afirmou que esse benefício é apenas o início de uma luta por muitas outras benfeitorias e melhorias em prol da população timbirense, amamos Timbiras e não mediremos esforços para fazer o bem pelos amigos e amigas timbirenses, Pedro Lucas Fernandes obteve 527 votos de confiança aqui em Timbiras, faremos justiça por cada um dos votos obtidos, lutando por melhorias para toda a população, fazendo política com responsabilidade e respeito por todos.

Rapaz se apresenta e confessa ter matado ex encontrada enrolada em lençol

Vítima e suspeito tiveram um relacionamento antes do crime em Jarinu – Foto: Arquivo pessoal/Polícia Civil
O ex-marido da jovem Thaynara de Oliveira, de 25 anos, se apresentou na delegacia de Jarinu (SP) nessa segunda-feira (15) e confessou ter matado a vítima, que era de Itapecuru-Mirim (MA) e tinha um filho de 9 anos.

José Ribamar Martins da Silva, de 30 anos, foi intimado pela polícia e compareceu à delegacia acompanhado por um advogado de defesa.

A investigação já havia pedido e a Justiça decretou a prisão temporária dele. Em seguida, o servente foi encaminhado ao Centro de Triagem de Campo Limpo Paulista (SP).

O corpo da jovem foi encontrado enrolado em um lençol às margens de um córrego no dia 30 de setembro e sem documentos. A vítima foi levada para o Instituto Médico Legal (IML) de Jundiaí e liberada à família para ser enterrado no dia 2 de outubro.

O crime
Quando foi achada às margens de um córrego na Estrada Juvenal de Sousa, no bairro Bom Retiro, Thaynara estava vestida com calça jeans e blusa na cor preta. A perícia identificou uma lesão na região do pescoço e o nariz estava aparentemente quebrado.

A tatuagem que Thaynara tinha no braço, com o nome “Thalyson”, é uma homenagem ao filho. Alguns amigos lamentaram a morte da jovem na internet.

“Uma moça tão linda, jovem e com a vida toda pela frente”, disse uma amiga. “Que você esteja em um bom lugar”, comentou outro perfil.

Ao G1, a irmã da vítima, Nayara de Oliveira, contou que Thaynara mudou-se para Itatiba (SP) em abril de 2017, onde morava sozinha em um apartamento.

Corpo foi encontrado enrolado em lençol às margens de córrego em Jarinu – Foto: Polícia Civil/Divulgação
Fonte: G1

Governo decide manter começo do horário de verão em 4 de novembro

O Palácio do Planalto informou nessa segunda-feira (15) que o início do horário de verão será mantido no dia 4 de novembro, cancelando um novo adiamento.

Geralmente, o horário começa em outubro, mas foi adiado para novembro em virtude do segundo turno das eleições. No começo do mês, o governo federal chegou a anunciar que adiou o início do horário de verão para o dia 18 de novembro por causa de um pedido feito pelo Ministério da Educação para não prejudicar os candidatos do Enem. O exame será aplicado em dois domingos. O primeiro deles será o dia 4 de novembro.

O ministro da Educação, Rossieli Soares, já contava com o adiamento e chegou a comemorá-lo. “Candidatos terão mais tranquilidade para fazer as provas! Caso o horário de verão iniciasse no primeiro dia de provas do Enem, como estava previsto, muito provavelmente acarretaria prejuízos aos participantes”, disse nas redes sociais no início de outubro.

A negativa do Planalto ao pedido veio após estudo de viabilidade feito pelos ministérios de Minas e Energia e Transportes. Segundo a assessoria do Planalto, a análise dos ministérios concluiu a inviabilidade de nova mudança no horário de verão, sem detalhes da decisão.

Na época em que foi anunciado o adiamento para 18 de novembro, a medida foi criticada pela Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear). Segundo a associação, a mudança da data acarretaria “sérias consequências” ao planejamento das operações e, consequentemente, para quem adquiriu passagens antecipadamente, afetando 3 milhões de passageiros.

Ajustar o relógio
No horário de verão, os relógios devem ser adiantados em uma hora. O horário é adotado nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e no Distrito Federal.

Fonte: Agência Brasil

Homem em situação de rua é morto a golpes de gargalo de vidro

Um homem em situação de rua foi morto com golpes de gargalo de uma garrafa de vidro nesta segunda-feira (15). O corpo de Valdineilson, como foi identificado, foi encontrado na calçada pela proprietária de um armazém.

O crime foi registrado na avenida Guaxenduba, na região do Centro. O suspeito, também, é um morador em situação de rua. Havia uma rixa entre os dois e, durante a briga, a vítima ainda chegou a esfaquear o suspeito, mas acabou sendo morta.

Fonte: Imirante.com

Avanço das políticas públicas marca Dia do Professor no Maranhão

“A minha vida inteira, o meu projeto de vida foi viver dentro de uma escola. Eu sou professora da rede estadual há mais de vinte anos. Agora, na reta final para a aposentadoria, eu me deparo com um projeto de educação que me oportuniza ver o meu aluno o dia inteiro na escola, bem alimentado, feliz e bem acolhido. E eu tenho datashow, equipamento de som, impressora, tenho, cola, tenho lápis, material para fazer o que for preciso”. O depoimento, com voz embargada e acompanhado por olhos marejados, é da professora Simone Silva Santos, gestora pedagógica do Centro de Educação Integral, no Vinhais, que se emociona ao falar que, hoje, tem uma escola muito mais estruturada para desenvolver o seu trabalho.

“Eu me emociono, porque pode parecer pouco, mas, para mim que a vida inteira na escola não tive essa oportunidade de fazer muito do que desejava por falta de material, de estrutura, isso vale muito. Eu vivi para ver isso acontecer. E eu dou o melhor”, completou a professora.

“Ser professora ou professor no Maranhão, hoje, é ter um mundo de possibilidades e de oportunidades. É você poder desempenhar o seu papel de educador com tranquilidade, porque você tem todo apoio necessário para isso”. A fala, que também traduz novos tempos na educação do Maranhão, vem da professora goiana Viviane Nunes Siqueira, gestora do Centro de Educação Integral Joana Batista, na Cidade Olímpica.

Em 2015, a professora Viviane deixou para atrás os parentes e a terra natal, para fazer o concurso para professores da rede estadual, promovido pelo Governo do Maranhão, cujo salário inicial era de R$ 5 mil. Aqui, ela diz que encontrou mais que um emprego e o melhor salário do país, pago a professores de uma rede estadual. “Eu fiz o concurso em dezembro, em janeiro já saiu o resultado e, em abril, eu já fui nomeada. Eu vi a seriedade da gestão estadual. Porque em muitos lugares a gente faz o concurso, passa, e não é chamada. Eu tenho 20 anos de carreira na educação e ainda não tinha visto um governo com um olhar voltado para a educação de uma forma tão especial. E outras oportunidades foram surgindo nesses três anos, tanto que hoje eu sou gestora do CEIN Joana Batista, uma das Escolas de Tempo Integral. Não me arrependo de ter vindo”, concluiu a professora.

“Nós entendemos que não se faz educação de qualidade sem pensar na valorização do professor que está na linha de frente, em sala de aula. E, esta é uma das maiores preocupações do governador Flávio Dino, que respeita e reconhece o trabalho desses profissionais tão importantes no processo de construção da educação que tanto desejamos para o nosso Maranhão”, enfatizou o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão.

O professor Ronilson Pinto tinha duas matrículas efetivas de 20 horas na rede pública estadual e outra, também de 20 horas no município. Estava prestes a perder um dos salários, porque por lei não podia acumular três nomeações. Em 2017 veio a solução para ele e muitos outros professores que estavam na mesma situação. O concurso para unificação de matrículas, que possibilitou a professores que pudessem ser reenquadrados na tabela remuneratória de 40 horas semanais.

“Essa fantástica política do governo de unificar matrículas, além de resolver a questão da falta de professores, beneficiou a categoria nas questões salarial e da previdência, uma vez que antes não podíamos nos aposentar com três matrículas de 20 horas. Agora, o professor vai poder ter a nomeação de 40 horas e outra de 20. Isso representa melhora salário na aposentadoria”, disse o professor.

Professor de História em uma escola da rede estadual de ensino, na cidade de Mata Roma, na região do Baixo Parnaíba, a 264 quilômetros de São Luís, o professor Francisco Alves Ferreira, também ressaltou os ganhos e a valorização profissional dos educadores. “É uma gestão de compromisso, voltada para melhoria do ensino, com a construção de escolas, ampliação da jornada e unificação de matrículas dos docentes, o que nos dá mais vontade e mais dignidade no fazer da nossa atividade pedagógica”, avaliou.

O maior salário pago a professores de uma rede estadual, no país, a unificação de matrículas, estrutura da escola, material pedagógico à disposição dos educadores, a Escola de Tempo Integral, novo modelo educacional implantado no estado, são apenas algumas das ações implantadas pelo Estado para garantia a melhoria da educação e para a valorização dos professores.

Conquistas em números

Nos últimos quase quatro anos, os educadores do Maranhão tiveram ganhos gradativos, constantes e significativos em suas carreiras. E muito mais do que cumprimento de direitos, são ganhos que representam conquistas históricas reconhecidas pelos próprios educadores. Entre as conquistas, estão:

• O concurso público para 1.500 professores com carga horária de 40 horas;
• Concursos internos de ampliação de jornada e a unificação de matrículas, em 2017 e 2018, beneficiando 2.400 professores;
• Mais de 26 mil professores beneficiados com progressões, promoções e titulações;
• Em três anos houve recomposição salarial de 30,35%, valor acima da inflação do período;
• Maior remuneração do país para professores de 40h, 5.750,84 (sem titulações).

Ascom