Blog do Walison - Em Tempo Real

Alemães constroem ‘cervejoduto’ para festival de música

cervejoduto001

Os organizadores do Wacken Open Air, o maior festival de heavy metal do mundo, preveem um consumo tão alto de cerveja que construíram uma rede de dutos subterrâneos para transportar a bebida.

O “cervejoduto” na cidade de Wacken, no norte da Alemanha, vai transportar cerca de 400 mil litros de cerveja e deve atender a todos os pontos de venda de bebidas do evento, que ocorre há mais de duas décadas na pequena cidade alemã de Wacken. Ele tem pressão suficiente para encher seis copos de cerveja em seis segundos.

O sistema de tubulação funciona por meio de uma rede de sete quilômetros de canais, enterrados a uma profundidade de 80 centímetros. Dessa forma, a área que o festival ocupa pode ser usada normalmente durante o resto do ano.

Cada um dos 75 mil fãs de heavy metal que comparecem ao evento de música todos os anos consome, em média, cerca de 5,1 litros de cerveja durante os três dias de shows, segundo estimativa do portal alemão de estatísticas Statista. Em comparação, o consumo no Rock am Ring, o maior festival de rock da Alemanha, é de 3,1 litros por pessoa.

De acordo com a porta-voz Frederike Arns, o “cervejoduto” foi construído para evitar que o terreno continuasse sendo destruído pelos pesados caminhões que transportavam a cerveja.

“Dessa forma, não precisaremos mais distribuir os carregamentos cheios de barris de cerveja pelo local todos os dias”, disse a funcionária à agência de notícias DPA.

Além da construção do novo sistema de dutos, os organizadores informaram que melhoraram o sistema de drenagem do local – mas prometeram aos fãs que sua valiosa lama está garantida.

Neste ano, o Wacken Open Air acontece de 3 a 5 de agosto com uma programação que promete 150 shows. Entre as bandas e artistas confirmados estão Megadeth, Alice Cooper, Marilyn Manson, Trivium, Accept, Status Quo e Turbonegro.

Fonte: Deutsche Welle

Sisu abre hoje inscrições para o segundo semestre

O Ministério da Educação (MEC) abre hoje (29) as inscrições para a segunda edição do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que poderão ser feitas no portal do programa, na internet, até o dia 1º de junho. Para se inscrever, o candidato precisa apenas de seu número de inscrição e senha cadastrados no Exame do Ensino Médio (Enem) de 2016.

Na hora da inscrição, os candidatos podem escolher até dois cursos por ordem de preferência. Até o fim do período de inscrição, o estudante poderá alterar a opção de curso. Também deve definir se deseja concorrer a vagas de ampla concorrência, ou pelo sistema de cotas destinadas a estudantes de escolas públicas, ou a vagas destinadas às demais políticas afirmativas das instituições.

Uma vez por dia, o MEC divulga a nota de corte de cada curso, de acordo com as inscrições feitas até aquele o momento, e a classificação parcial do candidato na opção de curso escolhida.

Ao todo, serão ofertadas 51.913 vagas em 1.462 cursos de 63 instituições de ensino, entre universidades federais e estaduais, institutos federais e instituições estaduais.

Nesse processo, valerá a nota do Enem 2016. Para participar, os candidatos não podem ter tirado 0 na redação do Enem. Além disso, algumas instituições estabelecem notas mínimas para ingresso em determinados cursos. Ao todo, mais de 6,1 milhões fizeram o Enem no ano passado.

O Sisu terá uma única chamada, e a divulgação do resultado está prevista para o dia 5 de junho. Também nessa data será aberta a lista de espera, que permanecerá disponível até 19 de junho.

As matrículas serão do dia 9 ao dia 13 de junho, e a convocação da lista de espera será feita a partir do dia 26 de junho.

Fonte: Da Agência Brasil

IFMA Caxias: últimos dias de inscrição do seletivo para graduados e transferidos

Estão abertas até quarta-feira (31) as inscrições do processo seletivo do Instituto Federal do Maranhão (IFMA) Campus Caxias para transferência interna, transferência externa e admissão de alunos já graduados. No total, há 70 vagas para ingresso no segundo semestre nos cursos de licenciaturas em Ciências Biológicas, Química, Matemática e bacharel em Ciências da Computação.

Para se inscrever, o candidato deve comparecer à sala do protocolo do IFMA Campus Caxias nos horários das 08h às 11:30h e das 14h às 17:30h e apresentar cópia de identidade e CPF, histórico escolar. Os recursos contra o resultado poderão ser apresentados também no campus até o dia 07 de julho.

Para a classificação, será aplicada a média global obtida pelo aluno em todo curso (para graduados) ou ao longo do curso (para transferidos), e os resultados apresentados em ordem decrescente de pontuação a partir do dia 05 de julho. Para participar, os candidatos devem possuir os seguintes perfis:

Graduados: possuir diploma de curso superior registrado pelo órgão e afinidade entre o curso que já possui e o pretendido.

Transferência externa/interna: aluno regularmente matriculado no IFMA ou em outra Instituição de Ensino Superior (IES), que tenha cursado, com aproveitamento, todas as disciplinas referentes ao primeiro período e que esteja matriculado. O candidato não pode estar cursando o último ano letivo do curso. Além disso, no caso de transferência externa, só será aceita inscrição para o mesmo curso de graduação em que o candidato esteja matriculado ou com matrícula trancada na IES de origem, salvo exceções de cursos afins.

Os interessados devem verificar no edital as áreas de afinidades entre seu curso e aquele para o qual desejam solicitar transferência ou fazer uma nova graduação. Confira o edital completo acessando a página.

Fonte: Ascom/ IFMA

Portaria autoriza uso de antirretroviral para prevenção ao HIV

NTC20170529121523

Portaria do Ministério da Saúde publicada hoje (29) no Diário Oficial da União torna pública a decisão de incorporar ao Sistema Único de Saúde (SUS) o antirretroviral Truvada como profilaxia pré-exposição (PrEP) para populações sob maior risco de infecção por HIV.

A estratégia consiste no consumo diário do medicamento por pessoas que não têm o vírus, mas que estão mais expostas à infecção, como profissionais do sexo, homossexuais, homens que fazem sexo com homens, pessoas trans e casais sorodiscordantes (apenas um dos parceiros é soropositivo).

Com a publicação, a PrEP deve passar a ser distribuída em até 180 dias na rede pública de saúde.

De acordo com o ministério, o Brasil é o primeiro país da América Latina a adotar a estratégia como política de saúde pública. A PrEP já é utilizada em nações como Estados Unidos, Bélgica, Escócia, Peru e Canadá, onde é comercializada na rede privada, além de França e África do Sul.

O investimento inicial do governo brasileiro será de US$ 1,9 milhão para a aquisição de 2,5 milhões de comprimidos. A quantia deve atender a demanda pelo período de um ano.

Prevenção combinada

A estimativa do ministério é que a estratégia no Brasil seja utilizada por cerca de 7 mil pessoas que integram as chamadas populações-chave, no primeiro ano de implantação.

A PrEP, segundo a pasta, se insere como uma estratégia adicional dentro de um conjunto de ações preventivas que inclui a testagem regular, a profilaxia pós-exposição, a testagem durante o pré-natal e o uso de preservativo, entre outros.

Fazer parte de um dos grupos, portanto, não é o único critério para indicação da PrEP. Profissionais de saúde farão também uma espécie de análise de vulnerabilidade do paciente, levando em consideração o comportamento sexual e outros contextos.

A previsão é que, de imediato, a estratégia seja adotada em 12 capitais onde já há experiência nesse tipo de tratamento e, até o fim do primeiro ano de implantação, em todas as capitais brasileiras.

Estudos

Evidências científicas disponíveis demonstram que o uso de antirretrovirais pode reduzir o risco de infecção por HIV em mais de 90%, desde que o medicamento seja tomado corretamente, já que a eficácia está diretamente relacionada à adesão. A PrEP, entretanto, não substitui o uso da camisinha.

HIV no Brasil

Dados do último boletim epidemiológico do ministério revelam que 827 mil pessoas vivem com HIV/Aids no Brasil atualmente. Desse total, 372 mil ainda não estão em tratamento, sendo que 260 mil já sabem que estão infectadas e 112 mil não sabem que têm o vírus.

A Aids, no país, é considerada uma doença estabilizada, com taxa de detecção em torno de 19,1 casos para cada 100 mil habitantes. Ainda assim, o número representa cerca de 40 mil novos casos ao ano.

Fonte: Da Agência Brasil

Delegados da PF receberam com preocupação escolha de Torquato para a Justiça

Em nota, associação diz desconhecer qualquer proposta do novo ministro para a pasta

Governo do Estado Confirma a Construção de Mais 10 Unidades Prisionais no Maranhão.

01341_foto1_visao_aerea_da_upr_de_pinheiro_uma_das_seis_ja_entregues_pela_nova_gestao_1292978517386282002

Depois de abrir, nos últimos dois anos, mais de 1.600 novas vagas, com a entrega de seis unidades prisionais, e investir forte em segurança e modernização carcerária, o Governo do Maranhão segue com os investimentos e anuncia a construção de mais 10 novos presídios, dois deles na capital e oito no interior, além da aquisição de novos veículos e equipamentos. O objetivo é seguir cumprindo as metas de avanços no sistema penitenciário, e beneficiar unidades que ainda não dispõem de Portarias Unificadas, conjunto de ações e equipamentos para realizar a inspeção de pessoas e objetos com mais eficiência e sem ser vexatório

Coordenado pela Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), o projeto, que já começa a ser executado no segundo semestre deste ano, prevê a abertura de 3.650 novas vagas, apenas com essas novas construções, sem contar com as quase 2 mil vagas a serem abertas com as reformas em andamento. “Com essas novas obas concluídas, a gestão terá entregue mais de 7.200 novas vagas, em três anos”, destaca o secretário da Seap, Murilo Andrade de Oliveira.

As duas primeiras novas unidades serão construídas na capital, e ficarão ao lado do Complexo Penitenciário São Luís, já revitalizado, boa parte com mão de obra dos próprios internos que trabalham na fábrica de blocos de concreto e meio-fio. Sendo um de segurança máxima, com capacidade de 120 vagas; e outro com 306 vagas. De imediato, os novos presídios já vão operar com o benefício da Portaria Unificada, bem como todos os demais aparatos tecnológicos que funcionam plenamente, desde 2016.

“Dessas dez novas unidades, quatro já estão em fase de estudos para funcionarem por meio de Parceria Público Privada (PPP). Porém, ao contrário dos exemplos que deram errado no restante do país, aqui, no Maranhão, esse modelo será executado somente com gestão do Executivo, cabendo ao setor privado apenas a oferta de serviços e fornecimento de equipamentos de qualidade. A ideia é manter o controle do Estado sobre o gerenciamento dessas respectivas unidades”, explicou o secretário Murilo Andrade.

Além das obras de construção das unidades prisionais, os agentes penitenciários vão contar, nos próximos meses, com 52 novos veículos equipados e caracterizados, que contribuirão para o transporte de presos para audiências e, também, atendimentos de saúde nos hospitais da Região Metropolitana de São Luís. “Ao todo serão 38 viaturas, 10 motos, 3 vans, e 1 ambulância que serão acrescidas às 60 já em uso. Incluindo as novas unidades prisionais, serão mais de R$ 80 milhões investidos”, acrescenta o secretário.

Frota e equipamentos

A nova frota beneficiará todas as 39 unidades prisionais do estado. Os veículos também atenderão às atividades do Núcleo de Escolta e Custódia (NEC) e do Grupo Especial de Operações Penitenciárias (Geop), bem como do setor responsável pelo transporte de presos às unidades de saúde fora do Complexo Penitenciário São Luís. Para fortalecer ainda mais a segurança interna das unidades carcerárias da capital, serão adquiridas 430 armas, entre letais e não letais.

“Faremos a aquisição de 250 pistolas e 55 carabinas táticas, ambas .40; além de 20 carabinas 556; 45 espingardas calibre 12; 50 dispositivos eletroincapacitantes; e 10 lançadores de munições químicas. Nesse pacote, teremos mais de 85 mil munições, compatíveis; e kits antitumulto: 250 escudos; mais de mil sprays; e granadas químicas, todos estes autorizados e utilizados conforme a legislação vigente”, explica o secretário adjunto de Administração, Logística e Inovação Penitenciária, Rafael Velasco.

Com mais esse investimento na segurança carcerária, o Governo do Maranhão vai equiparar os outros presídios às unidades que já possuem a Portaria Unificada. “Vale lembrar que esses investimentos tiraram o Maranhão do topo [do ranking que mede a taxa de violência prisional] e o colocaram em último no ranking que mede a taxa de violência prisional, no país”, completou.

Para se ter ideia do avanço histórico, registrado nos últimos dois anos, em 2013, época em que o sistema prisional atravessava sua pior fase, foram registrados 61 homicídios nos presídios do Maranhão, número que despencou logo no primeiro ano do atual Governo, em 2015, quando seis ocorrências foram registradas em todo o estado. Em relação a ‘fugas’, o avanço também foi notório com as modernizações, houve redução de 90,48% sobre as 147 ocorrências dessa natureza, registradas em 2014.

MAIS

Ao todo, mais de 200 equipamentos de revista pessoal serão adquiridos, nessa nova aplicação de investimentos do Governo do Estado. Algemas, lanternas táticas, coletes e outros produtos integram a lista de novos equipamentos. Atualmente, não existem registros recentes de entrada de ilícitos (armas, drogas e celulares) em nenhuma das unidades já beneficiadas com a instalação de Portaria Unificada, equipada com aparelhos BodyScan, os chamados escâneres corporais.

A a gestão estadual mantém obras de reformas e ampliações em todos os demais estabelecimentos penais do estado. A mais adiantada obra de construção, que deve ser entregue nos próximos meses, é a Unidade Prisional de Ressocialização (UPR) de Timon, que também terá capacidade para abrigar 306 internos. Até o momento, o Governo do Estado cumpriu 63% do seu primeiro cronograma de obras prisionais.

Por Alan Jorge e Saulo Maclean/SECAP

Sarney e Michel Temer Conversaram Hoje a Tarde no Palácio do Jaburu

sarneutemer-640x228

O Ex – Presidente José Sarney esteve  hoje a tarde no Palácio do Jaburu para uma reunião com o Presidente Michel Temer, a reunião ocorrida no palácio presidencial contou com a presença e participação apenas dos dois líderes políticos, desde que explodiram os escândalos envolvendo o nome do então presidente Michel Temer, José Sarney tem entrado em órbita como um dos principais conselheiros de Michel Temer, com uma vasta experiência política Sarney tem mostrado a Temer quais os melhores caminhos a ser trilhados diante da grave crise que se instalou no país.

José Sarney se antecipou aos fatos e se reuniu as pressas durante essa semana com os também ex – presidentes da república FHC e Luis Inácio Lula da Silva., numa tentativa de encontrar uma possível solução para a crise política instalada em todo o país, esse encontro entre os ex – presidente teve como objetivo também costurar teóricos acordos que devem ser seguidos caso Michel Temer permaneça no poder, ou mesmo a escolha prévia de comum acordo entre os três de um nome a ser escolhido para assumir o lugar de Temer numa eventual eleição indireta.

Viva Cidadão de Codó Foi Inaugurado com a Presença de Várias Lideranças e Autoridades Políticas.

20170526_145307

O Governo do Estado do Maranhão inaugurou nessa última sexta feira 26-05-2017  a unidade do Viva Cidadão em Codó, o órgão já está em pleno funcionamento na cidade de Codó a praticamente um ano e veio a ser inaugurado oficialmente somente agora.

O Viva Cidadão é sem sombra de dúvidas uma das ações de grande relevância do Governo do Estado na cidade de Codó, uma instituição que tem trazido uma série de benefícios para toda a população que desde então não precisou mais se deslocar até a cidade de Coroatá para obter seus respectivos documentos pessoais.

20170526_150226

20170526_155241

20170526_1543300

20170526_150402

 

Associação Pestalozzi Completa 39 anos de existência em Codó.

IMG_7035

A Associação Pestalozzi de Codó comemorou no dia 26 de maio os seus 39 anos de existência. E para celebrar o aniversário foi realizado uma bela confraternização, que contou com a presença de Maria Zaidan, uma das fundadoras da associação em Codó, do presidente Eliel Lima, do Secretário Municipal de Governo, João dos Plásticos, que estava representando o prefeito Nagib, entre outras autoridades e convidados.

Segundo a co-fundadora, Maria Zaidan, comemorar o aniversário da associação é uma realização sem igual. “Nós sabíamos e sempre sentíamos a necessidade de uma escola que atendesse essas crianças e pessoas com necessidades especiais. A cidade era carente e decidimos criar esse espaço. Hoje, após todos esses anos, atendendo cerca de duzentos alunos, nos sentimos muito orgulhosos com essa história de solidariedade e felicidade para todos nós ” enfatizou.

Na ocasião, o presidente Eliel Lima relembrou que a cidade tem bom atendimento especializado para pessoas com deficiência e que os serviços nas áreas de assistência social, saúde e educação realizados pela Associação Pestalozzi de Codó auxiliam as famílias do município.

São 39 anos de muito trabalho, carinho e dedicação a esse público, incluindo crianças, adolescentes e adultos, com educação especial de primeiro a quinto ano, atendimentos na área de saúde, terapia ocupacional e assistência social

A associação conta com o apoio da prefeitura de Codó, parceiros, colaboradores, voluntários e amigos da Pestalozzi. O secretário de governo João dos Plásticos, que estava representando o prefeito Nagib, falou sobre essa importante parceria. “Essa parceria prefeitura e Pestalozzi sempre teve por objetivo beneficiar as pessoas que precisam de uma atenção especial. O prefeito Nagib sempre deu todo apoio às demandas da associação, em todas as áreas. É um momento muito gratificante para todos nós participar deste aniversário e ver como tudo funciona de forma a melhor atender aos alunos e seus familiares

Ascom – PMC

Contas de luz de junho terão bandeira verde, sem acréscimo na tarifa

A bandeira tarifária que será aplicada nas contas de luz no mês de junho será a verde, o que significa que não haverá custo extra para o consumidor. Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o retorno da bandeira verde foi possível pelo aumento das chuvas nos reservatórios das hidrelétricas em maio e pela perspectiva de redução do consumo de energia elétrica no país.

Desde abril, a bandeira estava vermelha, o que representa um acréscimo de R$ 3 para cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos.

A previsão da Aneel era que a bandeira tarifária vermelha patamar 1 continuasse em vigor até o fim do período seco, que vai até novembro.

Como funcionam as bandeiras tarifárias

O sistema de bandeiras tarifárias foi criado em 2015 como forma de recompor os gastos extras com a utilização de energia de usinas termelétricas, que é mais cara do que a de hidrelétricas. A cor da bandeira é impressa na conta de luz (vermelha, amarela ou verde) e indica o custo da energia em função das condições de geração.

Quando chove menos, por exemplo, os reservatórios das hidrelétricas ficam mais vazios e é preciso acionar mais termelétricas para garantir o suprimento de energia no país. Nesse caso, a bandeira fica amarela ou vermelha, de acordo com o custo de operação das termelétricas acionadas.

Segundo a Aneel, o sistema de bandeiras tarifárias sinaliza o custo real da energia gerada, possibilitando aos consumidores o uso consciente.

Fonte: Da Agência Brasil